Se você deseja saber qual é a importância da pesquisa científica, precisa ter em mente que, o ato de pesquisar nada mais é do que o processo pelo qual buscamos uma solução de um problema, ou a resposta para algo que desconhecemos de forma sistemática. Neste sentido, a pesquisa é o fruto da curiosidade do ser humano, da necessidade de conhecer e explicar a natureza de determinados fenômenos.

A importância da pesquisa científica é evidente, uma vez que ela tem sido um instrumento chave para o progresso de toda a humanidade.

Devemos levar em consideração também que, a Pesquisa Científica Acadêmica não se limita à ciência, tendo em vista que todas as áreas do conhecimento são objeto de constante pesquisa.

Desta maneira conseguiremos alcançar algum tipo de progresso em qualquer campo de atuação.

Assim sendo, poderemos nos deparar com pesquisa científica na área de economia, educação, direito, e até mesmo na arte, já que pesquisa acaba estimulando o desenvolvimento do acervo profissional de qualquer pessoa.

Razões de se fazer uma pesquisa científica

Pesquisa Científica: sua importância em qualquer área acadêmica

Importância da pesquisa científica

São muitas as razões pelas quais a importância da pesquisa científica acadêmica, em qualquer área da atividade humana, acaba se tornando importante. Vejamos algumas delas a seguir:

Combater a desinformação e a falta de informação 

Às vezes, as pesquisas nos fornecem informações falsas ou deturpadas, intencionalmente ou não.

Se não estivermos cientes de que as informações estão incorretas, podemos aceitá-las imediatamente. Em caso de dúvida, devemos confirmar esta informação em outras fontes e fazendo novas pesquisas científicas.

Também pode acontecer que não haja informação sobre o que tema que nos interessa. Então, por meio da pesquisa científica, podemos investigar e produzir novas informações, que então outra pessoa poderá corroborar no futuro.

Estimula o pensamento crítico

Quando nos é apresentado um problema, devemos ter uma mente aberta e receptiva a todos os tipos de informações. No entanto, nem todas as informações estão corretas ou disponíveis.

Quando aprendemos a pesquisar, também aprendemos a pensar e desenvolver nosso espírito crítico.

Essas são habilidades que devemos reforçar, especialmente nesta era de bombardeio de informações por meio das mídias sociais.

Utilidade e desenvolvimento do conhecimento 

Quando pesquisamos, buscamos no fundo um lucro, um avanço em nosso conhecimento.

Por exemplo, na educação, são realizadas pesquisas científicas que buscam melhorar a capacidade dos alunos de aprender e desenvolver novas técnicas de aprendizagem.

Em Marketing, por exemplo, técnicas de pesquisas são utilizadas com o objetivo de estudar o público consumidor e com isso, querem conquistar mais clientes para um determinado produto.

A mineração de dados, um campo de pesquisa recente, baseia-se no estudo de dados graduais por diferentes atividades humanas, com o intuito de influenciar o comportamento humano.

Compreensão, previsão e prevenção 

Ao prepararmos a Pesquisa Científica Acadêmica e observarmos determinado fenômeno, compreendemos as suas raízes e tentamos manipulá-lo a nosso favor.

Os seres humanos têm aprendido a estabelecer conexões e a descobrir a importância prática de ser capaz de fazer previsões sobre o comportamento futuro das coisas.

Tomar decisões  

Quando fazemos pesquisa científica sobre assuntos que nos afetam, temos uma base melhor para tomar decisões.

Por que elaborar uma pesquisa científica?

Entenda o porquê de aprender a elaborar uma pesquisa científica 

Por que elaborar uma pesquisa científica?  

Acho que já deu para perceber a importância em elaborar uma pesquisa científica, certo? Em linhas gerais, qualquer tipo de pesquisa científica acaba por ter as seguintes funções:

Expansão do conhecimento  

As pesquisas são feitas porque há uma necessidade natural do ser humano por saber mais.

A maior utilidade de uma pesquisa científica podemos dizer que é a produção de um novo conhecimento sobre algo que já existe.

O conhecimento, então, é dinâmico e crescente. Imaginemos que desde o ano de 1900 nenhuma pesquisa foi feita, como viveríamos no século XXI?

Provavelmente ainda andaríamos de carroça, a mortalidade infantil seria enorme, morreríamos de tuberculose e sarampo, não teríamos televisão e muito menos internet.

Conhecer a verdade 

A dúvida e a inconformidade são os grandes promotores de muitas pesquisas.

O conhecimento da verdade, de como funciona a natureza, de como explicar nossa realidade é em grande parte produto de pesquisadores dedicados a satisfazer suas interrogações.

A partir da pesquisa científica de Lynn Margullis (1938-2011), por exemplo, foi desenvolvida a teoria endossimbiótica, a qual estabelece a origem das células eucarióticas.

Essa pesquisa mostrou evidências de que organismos procarióticos estabeleceram relações simbióticas e daí surgiu algas e plantas eucarióticas.

Outro ponto que nos ajuda a reforçar a importância da elaboração da pesquisa científica acadêmica é o caso do hidrogênio, considerado o elemento mais abundante no sol e em outras estrelas. Este fato foi descoberto por Celulia Payne – Gaposchkin (1900 – 1979) em sua pesquisa astronômica.

Melhorar a qualidade de vida

A eletricidade é essencial em nossas rotinas diárias, não é mesmo? Há pouco menos de 300 anos a eletricidade era um fenômeno desconhecido para a maioria das pessoas.

Começando pela famosa experiência do relâmpago e do cometa de Benjamin Franklin, passando pela invenção da lâmpada por Thomas Edison e a criação de geradores elétricos, é impensável poder viver em nossas sociedades modernas sem eletricidade, e tudo isso só foi possível, porque determinadas pessoas se debruçaram para pesquisar sobre esse tema.

Explorar a história 

A pesquisa neste caso se baseia em indagar como foi o passado e os eventos que nos conduziram ao momento atual.

Por exemplo, o desaparecimento da civilização Maia é um dos mistérios da história. Através de buscas arqueológicas foi possível propor várias teorias para explicar o que sucedeu à população Maia.

Corrigir erros    

Muitas vezes cometemos erros por falta de pesquisas científicas. Um dos casos recentes mais lamentáveis é o da talidomida.

Devido à falta da pesquisa científica sobre os efeitos dessa droga no desenvolvimento fetal, a talidomida foi prescrita para mulheres grávidas entre 1956 e 1962 para reduzir desconfortos da gravidez.

Pouco tempo depois, o uso de talidomida durante a gravidez afetou o desenvolvimento de braços e pernas em crianças.

Graças a esse evento, a pesquisa de medicamentos para o crescimento fetal tornou-se obrigatória antes de sua comercialização.

Você também vai gostar de ler sobre:

Favorece o progresso da humanidade 

A humanidade tem se beneficiado enormemente com o trabalho dos pesquisadores, principalmente na área de saúde e higiene.

Jonas Salk (1914-1995), por exemplo, foi o médico e pesquisador que descobriu a vacina contra a poliomielite, doença produzida por um vírus.

Em 1951, Salk injetou vírus mortos da poliomielite em voluntários, eliminando o perigo de a pessoa ser infectada.

Essa vacina estimulou o sistema imunológico a produzir proteínas protetoras, denominadas de anticorpos.

Alguns anos depois, a pesquisa de Albert Sabin (1906-1993) levou à produção de uma vacina contra a poliomielite que, além de ser mais barata de produzir, também podia ser administrada por via oral.

Graças a esses dois grandes pesquisadores e suas pesquisas acadêmicas, em 1994 a Organização Mundial da Saúde decretou a irradicação da poliomielite no Hemisfério Ocidental.

Novas descobertas 

Ao contrário do que muitos acreditam, descobertas e invenções não acontecem do nada.

Por trás de cada invenção ou descoberta existe uma busca consciente, a fim de encontrar melhorias.

Por exemplo, as bactérias se defendem contra um vírus usando pequenos pedaços de DNA chamados CRISPR.

A descoberta dos mecanismos de defesa das bactérias contra os vírus tem levado ao desenvolvimento de técnicas de edição de DNA, conhecidas como CRISPR/Cas9.

Essa técnica tem grande potencial na cura de doenças genéticas, prevenção do câncer e resistência às pragas de plantas.

Considerações Finais 

Como você pode observar ao longo do nosso artigo de hoje, a importância da pesquisa científica é algo essencial em nossa sociedade.

Portanto, escolha seu tema de pesquisa e se debruce sobre ele para desenvolver um estudo que possa trazer boas contribuições teóricas e científicas para o seu campo de atuação.

Gostou do nosso conteúdo? Aprendeu a Importância da Pesquisa Científica? Se sim, deixe seu comentário e compartilhe na sua rede social favorita. Ajude a divulgar nossos artigos.