Você tem dúvidas sobre que tipo de mestrado fazer? Não sabe o que é mestrado profissional e um mestrado acadêmico? Não sabe a diferença entre um mestrado profissional e um mestrado acadêmico? Leia esse artigo e acabe de uma vez por todas com essa confusão! Fique por dentro da melhor pós-graduação para você!

Além de tirar suas dúvidas sobre estas modalidades do curso de mestrado, ainda vamos aprofundar o assunto com outros artigos para você ficar mais inteirado sobre o mundo acadêmico. Leia até o final, pois temos algumas recomendações para cada tipo de mestrado.

Veja o que você vai conhecer neste artigo do Aluno Expert:

O que é Mestrado Profissional?

Entenda as Características que definem o Mestrado Profissional

O que é Mestrado Profissional?

Essa é uma pergunta frequente para aqueles ou aquelas que não conhecem bem o âmbito da pós-graduação no Brasil, até porque, é uma modalidade recente da pós-graduação. Mas afinal, o que é Mestrado Profissional?

Essa modalidade de mestrado foi regulamentada no país no ano de 1998, embora já houvesse vários programas de mestrado acadêmico que direcionavam sua formação mais especificamente para atuação do profissional no mercado de trabalho. (Fonte: http://www.capes.gov.br/servicos/legislacao/portarias.html).

Mestrado profissional é uma pós-graduação stricto sensu e pode ser cursado por todos aqueles portadores de diploma de nível superior, seja em cursos de licenciatura ou bacharelado.

Características que definem o Mestrado Profissional 

O mestrado profissional tem como principal característica definidora o fato da sua ligação com mercado de trabalho, pois, enfatiza estudos e técnicas que estão ligadas diretamente com o desempenho profissional inerente à formação e qualificação de alto nível.

O curso de mestrado profissional confere ao acadêmico o mesmo grau formativo de qualquer outra pós-graduação stricto sensu, desde que aprovado e reconhecido pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), inclusive, para emitir o diploma com a devida validade.

Posso dar aulas se cursar o mestrado profissional?

Posso ser professor se cursar o mestrado profissional?

Posso dar aulas se cursar o mestrado profissional?

Sim! A formação em um mestrado profissional concede todas prerrogativas para o exercício à docência.

O mestrado profissional foi criado e direcionado exatamente para atender uma demanda social diferente da formação propiciada pelo mestrado acadêmico. Mas isso não quer dizer que os padrões de exigência sejam diferentes do que aqueles tradicionalmente existentes na pós-graduação.

Os cursos de pós-graduação stricto sensu nessa modalidade de mestrado profissional devem garantir que sua matriz curricular enfatize e articule o que há de mais novo e atualizado em termos de conhecimento. Esse conhecimento deve instrumentalizar também o profissional em relação ao domínio metodológico e sua aplicabilidade orientada para cada campo de atuação profissional específico em que é ofertado.

Mestrado Profissional para docentes

Um ponto importante inerente ao quadro de professores desse tipo de mestrado é que, os docentes devem ser pessoas reconhecidas nas áreas de conhecimento que o curso propõe formar profissionais. Estes professores devem ser altamente qualificados para tal, pois, farão a diferença na formação específica dos profissionais, por vivenciarem a práxis cotidiana, promovida pela articulação teórico-prática do conhecimento.

A qualidade dos cursos de mestrados profissionais decorre de uma avaliação rigorosa de critérios diferenciados para essa modalidade, por comissão específica designada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), assim como é realizada nos mestrados acadêmicos.

O que é Mestrado Acadêmico?

Características que definem o Mestrado Acadêmico

O que é Mestrado Acadêmico?

A formação em um curso de mestrado acadêmico é voltada para aprofundamento na formação de pesquisadores em todas as áreas do conhecimento, conferindo o grau de mestre e diploma com validade nacional, desde que seja reconhecido pelo CNE. Assim:

Mestrado acadêmico, assim como o mestrado profissional, é uma modalidade de pós-graduação stricto sensu, que pode ser cursada por qualquer pessoa portadora de diploma de graduação de nível superior.

A matriz curricular é voltada para uma sólida formação teórica do acadêmico, sem exigência de sua aplicabilidade prática imediata no mercado de trabalho. A característica principal do mestrado acadêmico é sua vocação à pesquisa e natureza acadêmica.

Mas existem diferenças importantes entre os dois cursos: Acadêmico e Profissional.

Qual a diferença entre mestrado profissional e mestrado acadêmico?

Existem diferenças entre os Mestrados Acadêmico e Profissional?

Qual a diferença entre Mestrado Profissional e Mestrado Acadêmico?

Várias são as similaridades e diferenças de programas de mestrado acadêmico e profissional, confira aqui!

Uma das diferenças básicas entre o mestrado acadêmico e mestrado profissional é o foco na formação. Embora ambos os cursos formam pesquisadores, no mestrado acadêmico é comum dar sequência dos estudos no curso de doutorado. No mestrado profissional é dispensável o prosseguimento da pesquisa no curso de doutorado.

Esse fator faz com que o mestrado acadêmico seja mais escolhido principalmente por aqueles que querem seguir carreira no magistério superior e continuar os estudos com o doutorado, o que não é comum no mestrado profissional.

No mestrado profissional o que realmente importa é que o acadêmico-profissional conheça por experiência própria o que significa pesquisar e que tenha conhecimento das fontes de pesquisa das quais necessitará consultar para atualizar seus conhecimentos, após a realização do mestrado.

Um ponto muito importante, é que o mestrado profissional seja capaz de capacitar o profissional para aprender a incorporar o conhecimento já obtido com o conhecimento atual da área aplicando-o no seu campo de trabalho.

Isso faz com que o mestrado profissional seja um diferencial para o pós-graduando no mercado de trabalho, pois seu eixo principal de formação visa agregar competitividade e produtividade para empresas públicas e privadas.

A maioria dos mestrados profissionais já existentes são direcionados à áreas como engenharia e administração.

No entanto, os mestrados profissionais formam quadros para outras áreas alem da melhora da gestão de setores governamentais e não governamentais, como no caso dos mestrados profissionais da área da gestão em saúde, saúde coletiva, da educação, da cultura, do esporte e da segurança pública em ascensão.

O tempo de duração também é um fator diferencial entre mestrado profissional e acadêmico, pois o acadêmico geralmente, tem duração de 18 a 24 meses e o profissional 12 e 18 meses, mas pode variar também. Você pode ter uma informação mais aprofundada no artigo Duração e sequência dos cursos.

Quais as diferenças nos TCCs dos tipos de Mestrado?

Quais as diferenças nos TCCs dos tipos de Mestrado?

Diferenças importantes nos dois cursos de Mestrado 

Outra diferença basilar do mestrado profissional para o acadêmico é o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

  1. TCC do mestrado acadêmico: formato monográfico, dissertativo e argumentativo sobre um tema único e estudado em profundidade e ou extensão, podendo ser requerido também em formato de artigo científico.
  2. TCC do mestrado profissional: deve ser diretamente vinculado aos problemas reais identificados na área de atuação do profissional-acadêmico. De acordo com a natureza da área e a finalidade do curso, o TCC pode ser apresentado em diversos formatos.

Você pode entender melhor o que é uma dissertação no nosso artigo O que é uma Dissertação de Mestrado? além de também se informar sobre Como Fazer um Projeto de Pesquisa para Mestrado.

A fonte do financiamento dos dois cursos de mestrado também são diferenciadas. Enquanto o mestrado acadêmico nas instituições públicas tem financiamento próprio e manutenção estatal, os mestrados profissionais nas instituições públicas podem existir, desde que sejam autofinanciados, via manutenção com recursos de empresas ou mesmo outras organizações estatais, como é o caso dos mestrados profissionais na área de saúde, financiados por secretarias da saúde.

Recomenda-se que, ao contrário do mestrado acadêmico, o mestrado profissional não seja cursado por recém-graduados. Isto porque é desejável que o profissional já tenha experiência acumulada na sua área de trabalho para apreender mais conhecimentos e dialogar melhor com a formação ofertada no âmbito do mestrado profissional. Isso permite avançar significativamente na construção, no aprimoramento e na aplicabilidade dos conhecimentos adquiridos.

Você gostou de nosso artigo? Aprofunde-se mais sobre o assunto, abaixo: