Então você está nesta fase tão importante da construção de um TCC e procura um Pré-Projeto de Pesquisa Pronto para se basear? Trago neste artigo um exemplo comentado parte a parte, que vai te ajudar a escrever o seu, esteja você fazendo um pré-projeto de TCC, anteprojeto ou ainda projeto de pesquisa (como denominam as instituições) em qualquer área.

Para um Pré-projeto de TCC Pronto, seja ele de monografia ou qualquer outro tipo de TCC, você pode utilizar a mesma base que apresento abaixo, ok? Ah, e o modelo que trago é de um pré-projeto de pesquisa em Pedagogia, mas com os comentários de cada item você conseguirá adaptar para sua área de formação.

Alguns alunos chegam até aqui e entram em contato comigo pois querem, na verdade, adquirir um Projeto pronto. Se for seu caso, você deve ler primeiro este artigo: Comprar TCC com Segurança. Quanto Custa um TCC Pronto?.

Esteja você fazendo graduação ou uma pós-graduação (especialização) a base é a mesma. Caso esteja fazendo um mestrado, veja também este outro artigo.

Outro ponto importante deste artigo é que você vai encontrar links que vão te ajudar a desenvolver os pontos do seu projeto. Aproveite.

Como fazer seu Projeto de Pesquisa de forma mais fácil?

Organizar um bom projeto de pesquisa não é tarefa fácil, mas vou te mostrar que não é impossível. Porém você pode facilitar ainda mais o processo, reduzindo esforços e aumenta desempenho.

Nem todos os alunos procuram um Projeto Pronto para se basear, e isto se dá por vários motivos. Algumas pessoas – e talvez você já tenha feito assim – simplesmente pegam o roteiro dado pela instituição do curso e vão a fundo nele, dedicando seu tempo e esforço sem saber o real resultado que podem obter no final.

Mas como professor de TCC tenho que te dizer uma coisa: somente tempo e esforço podem não te levar à aprovação!

Pois com esforço, mas sem um método, você passa horas em frente ao computador sem render as desejadas ideias e páginas escritas, perde noites de sono, finais de semana e ainda acaba lendo alguns livros que são desnecessários para sua pesquisa.

Então separei neste outro artigo – Formas de Facilitar sua Pesquisa – 4 métodos que tem ajudado muito aos alunos. São métodos pagos, mas tem para todos os bolsos. Se te interessar, dê uma olhada. Recomendamos.

Pré-projeto de TCC Pronto

Um pré-projeto é um cartão de visita de monografias, TCCs, artigos acadêmicos, dissertações de mestrado, teses de doutorados e qualquer outro trabalho que precise do rigor científico

Porque escrever um pré-projeto de pesquisa?

O pré-projeto de pesquisa é uma importante parte da produção científica e podemos dizer que ele é como um cartão de visita de monografias, TCCs, artigos acadêmicos, dissertações de mestrado, teses de doutorados e qualquer outro trabalho que precise do rigor científico, funcionando como um roteiro para a elaboração de pesquisas.

O Pré-projeto de Pesquisa Pronto que está abaixo apresenta muito bem a ideia da elaboração do TCC que será desenvolvido, e saiba, é de grande importância a boa construção de um anteprojeto deste (claro, na sua área) pois você entende sua pesquisa, sabe o rumo que ela vai tomar, sem contar que com este pré-projeto pronto, a introdução do seu TCC, de sua pesquisa propriamente dita, estará praticamente escrita! Arrisco a dizer mais da metade dela já estará pronta.

O que há de tão particular em um anteprojeto de pesquisa?

Uma das principais funções da universidade é, sem sobra de dúvidas, a produção de conhecimento. Eu sei que talvez você não tivesse essa noção quando viu o tão sonhado aprovado escrito ao lado do seu nome no resultado do vestibular ou quando você se inscreveu em uma pós-graduação.

Ao longo da sua graduação você foi estimulado a fazer várias pesquisas, mas não uma pesquisa comum e sim, uma com rigor acadêmico, com normas específicas e métodos pré-estabelecidos, além, é claro, de uma finalidade muito importante.

E aí surge o Pré-projeto de Pesquisa.

Você já deve ter ouvido o seu professor pedir um trabalho para a sua turma e ao final de passar a tarefa disse: Turma, quero o trabalho no formato da ABNT.

Para nossa sorte, existe um manual que ajuda a criar um padrão para a apresentação de futuros estudos científicos. Imagine só, se cada instituição ou pessoa resolvesse fazer do jeito dela. Seria uma bagunça! Não é mesmo?

É isso que farei hoje! Vou te apresentar um Pré-projeto de Pesquisa Pronto em Pedagogia, dentro das normas para você adaptar a sua área de formação.

Outros Conteúdos de nosso site:

Pré-projeto de pesquisa pronto pedagogia

A partir deste anteprojeto de monografia de pedagogia, basta você adaptar ao seu!

Pré-projeto de pesquisa pronto pedagogia

Irei apresentar todos os tópicos que um pré-projeto de pesquisa pronto em Pedagogia, com os itens comentados que este precisa ter de acordo com a ABNT de forma simples e desmitificada.

Vamos começar com a parte pré-textual?

Itens de um pré-projeto de TCC pronto: pré-textual

Você não pode esquecer que o seu pré-projeto é o “cartão de visitas” da sua pesquisa e para isso ele precisa ter uma CAPA.

A capa não é obrigatória pela norma da ABNT, mas convém fazer uma. A maioria das instituições pedem que exista uma capa com o logo delas, bem como o seu nome e o título do seu trabalho. Algumas instituições já possuem um padrão para as capas, então procure saber qual é a da sua universidade, ok?

Atenção: A capa não conta na paginação do projeto de pesquisa, por isso evite fazê-la no mesmo arquivo, para não atrapalhar na paginação do trabalho.

Você já ouviu dizer que algumas pesquisas demoram cerca de 10 anos para terem uma conclusão?

Imagina a quantidade de dados e de conhecimento que foi produzido durante todos esses anos!

Daria para escrever um livro, né?

Agora surge um outro item que é apresentado na ABNT. A LOMBADA! Que é aquela lateral do livro que fica amostra nas bibliotecas. ;-)

Se você for em uma livraria notará que todas seguem um padrão: tem o nome do autor e o nome do livro, bem como a editora. O mesmo existe para a identificação das pesquisas, mas somente quando elas são impressas em capa dura.

Normalmente, somente é pedido na versão final da sua monografia, dissertação de mestrado e doutorado. Raramente, se aplicam aos projetos de pesquisa.

Existe outro elemento obrigatório no seu trabalho que é a FOLHA DE ROSTO.

A folha de rosto é mais ou menos isso: você apresenta as coisas que estão na capa, mas de um jeito diferente. Por exemplo:

Folha de rosto de um pré-projeto pronto

Modelo de folha de rosto

Atenção: Na folha de rosto não é necessário usar o logo da instituição, muito menos há a necessidade de um cabeçalho. Porém, isso não significa que não se deve colocar uma apresentação completa do seu projeto de pesquisa.

Você pode estar se questionando sobre o título, não é mesmo? Não coloquei um exemplo real aqui pois queria chamar sua atenção para essa dica importante.

O título final é uma das últimas coisas que entram trabalho. Muita calma nessa hora, ok?

POR QUE?

Simplesmente, pelo fato que depois de toda a leitura, todo o estudo e toda a escrita do projeto de pesquisa você terá novas ideias e se você estiver muito preso ao título inicial poderá ter dificuldades para continuar o seu trabalho.

Isso não quer dizer que você não deve ter um título.

Deve ter sim!

Isso irá te dar um norte, uma direção. Mas não fique preso a ele. Combinado?

Um exemplo de título final seria:

“Projeto de vida como fator de proteção em adolescentes do ensino médio pertencentes a minorias sociais no Brasil”

O título tem que ser uma frase simples e clara, que traduza bem o seu projeto.

Nele deve estar contido o objeto a ser estudado, com um foco bem delimitado situando o tema espacialmente (geograficamente) e temporalmente (período proposto para a pesquisa).

Todo mundo sabe que a matéria fica muito mais fácil de ser entendida quando o professor procura usar o máximo de coisas para ajudar a entender a matéria, não é mesmo?

É muito mais fácil quando ele basicamente “desenha a matéria”. Faz infográficos, tabelas, imagens, passa um vídeo explicativo.

Então, o seu pré-projeto também pode ter uma série desses artifícios para ajudar no entendimento da sua pesquisa ou que você espera dela. Por isso, existem as famosas LISTAS opcionais.

São elas: lista de ilustrações; lista de tabelas; lista de abreviaturas e siglas; e, lista de símbolos.

Todas essas listas são opcionais, mas se tornarão obrigatórias caso procure ajudar o seu leitor a entender melhor a sua pesquisa. São bem simples de serem feitas e valem muito a pena, caso o seu pré-projeto seja complicado.

Listas em um pré-projeto de monografia pronto

Listas Opcionais: não fique com medo de usá-las!

Mas com todas essas informações que estamos colocando no nosso pré-projeto de pesquisa de TCC será necessário que você comece a ajudar o seu leitor a encontrar cada assunto dentro do seu texto.

Por exemplo, imagine que você precise encontrar um parente que há muito tempo você não encontra. Quando chega na cidade, descobre que ela mudou muito desde a última vez que o visitou. Você se lembra mais ou menos de onde fica a casa dele, mas não tem certeza de como chegar lá.

Você vai precisar olhar o GPS para conseguir se achar, certo?

É exatamente para isso que o SUMÁRIO serve! Ele ajuda o leitor a identificar em qual página se encontra determinado assunto.

O sumário é o endereço de cada assunto. É uma folha obrigatória que contém exatamente aonde cada tema, cada parte do seu trabalho, está.

Itens de um pré-projeto de monografia pronto: parte textual

A partir deste ponto, começamos a entrar definitivamente no conteúdo do seu pré-projeto de pesquisa pronto, onde trazemos as partes comentadas. Abordaremos também o problema de pesquisa, os objetivos, hipóteses, etc

Vou deixar aqui também o link para outros artigos que vão te ajudar a compreender e desenvolver cada item:

Outros artigos em destaque:

O primeiro capítulo é a INTRODUÇÃO.

É aqui que você deve expor qual é a sua principal ideia para esse projeto, deixando bem claro o que você quer saber e como você quer chegar lá. O texto deve constar uma visão geral do que se pretende abordar, dando ênfase a exposição do “problema” em estudo.

Se você não sabe bem o que é um problema de estudo, ou problematização, veja aqui.

Veja no exemplo de um Pré-projeto de Pesquisa Pronto em Pedagogia, um parágrafo do que deve ter na sua introdução.

“Este projeto de pesquisa tem como objetivo investigar quais são as áreas que os adolescentes que estudam no ensino médio e se encontram em situações de minorias sociais, em quatro cidades brasileiras, designam como as mais importantes para o seu projeto de vida e, ao compará-las com os resultados encontrados na população em geral, determinar quais são aquelas que geram maior e menor satisfação, e que podem servir como fator de proteção das adversidades que eles enfrentam e como o ambiente escolar ajuda a sua superação das adversidades, bem como na manutenção das metas. Buscando responder se os adolescentes em vulnerabilidade social têm diferença nas suas perspectivas de futuro, bem como esclarecer quais são essas diferenças, caso haja. Mais especificamente, esta pesquisa tem como objetivos: 1- Examinar as diferenças entre uma amostra da população brasileira e os indivíduos em grupos de minorias, com relação às áreas mais importantes para o seu sentido de vida; 2- Investigar em que medida o projeto de vida tem um papel na melhoria da sua qualidade de vida, a partir de indicadores psicológicos (esperança, otimismo, satisfação de vida, ansiedade e depressão) e como que isso afeta o convívio na comunidade escolar”.

→ Atenção: Este exemplo de pré-projeto de TCC pronto deve ser usado somente como referência, pois faz parte de uma pesquisa científica da mestranda Vitória Teixeira dos S. M. Rodrigues e a cópia de qualquer parte será considerado plágio, ok?

Pré-projeto de pesquisa Pronto

O que deve estar presente na introdução de seu pré-projeto de pesquisa?

Podemos notar neste exemplo, dois dos aspectos mais importantes de uma pesquisa: o PROBLEMA e os OBJETIVOS (tanto o geral como os específicos). Vamos ver cada um destes?

Lógico que a sua introdução não terá apenas um parágrafo!

Na verdade, ela precisa ter mais ou menos 3 páginas ou um número proporcional ao número de página do seu pré-projeto de monografia (ou outro tipo de TCC) e precisa conter todos os elementos principais para a pesquisa, podendo até mesmo, ter uma descrição da estrutura da sua pesquisa.

A pergunta problema deste pré-projeto pronto de pedagogia

O problema (ou pergunta problema ou ainda problematização) é a parte principal do trabalho de pesquisa. Ele levanta uma questão a ser respondida através de hipóteses (< artigo onde explico hipótese) que serão testadas ao longo da pesquisa a fim de confirmá-las ou negá-las.

Atenção: O problema erroneamente também pode ser considerado como objetivo ou objeto. O problema é a pergunta que motivou a sua pesquisa e o objetivo é responder essa pergunta, é a meta.

Neste projeto exemplo, o problema é:

“Será que, no Brasil, os adolescentes que pertencem a minorias sociais possuem uma perspectiva de futuro diferente dos adolescentes da população geral?”

Os objetivos devem ser escritos em verbos no infinitivo indicando que perguntas serão respondidas. Por exemplo: analisar, investigar, avaliar, explorar.

Os objetivos deste pré-projeto de TCC em pedagogia

No pré-projeto de monografia pronto deste caso, o objetivo é:

“Investigar quais são as áreas que os adolescentes que estudam no ensino médio e se encontram em situações de vulnerabilidade social, ou em grupos de minorias sociais, em quatro cidades brasileiras, que designam como as mais importantes para o seu projeto de vida e, ao compará-las com os resultados encontrados na população em geral, determinar quais são aquelas que geram maior e menor satisfação, e que podem servir como fator de proteção das adversidades que eles enfrentam e como o ambiente escolar ajuda a sua superação das adversidades, bem como na manutenção das metas”

Nesse estudo podemos encontrar os objetos específicos. Eles são necessários quando o objeto principal de um estudo é muito amplo e geram muitos questionamentos.

Tenho certeza que quando você leu esse objetivo as coisas não ficaram muito claras e é por isso que, neste caso, temos outros dois “minis objetivos”:

Os objetivos específicos

  1. Examinar as diferenças entre uma amostra da população brasileira e os indivíduos em grupos de minorias, com relação às áreas mais importantes para o seu sentido de vida;
  2. Investigar em que medida o projeto de vida tem um papel na melhoria da sua qualidade de vida, a partir de indicadores psicológicos (esperança, otimismo, satisfação de vida, ansiedade e depressão) e como que isso afeta o convívio na comunidade escolar.

Se você precisar em sua pesquisa, sinta-se à vontade para buscar respostas para todos os questionamentos e desdobramentos que seu objetivo levantar, ok? Não há necessidade de limitar o número de objetivos específicos, pois eles apoiam o objetivo geral de sua pesquisa.

→ Então se seu anteprojeto de TCC traz um objetivo, os específicos vêm para auxiliar o objetivo geral.

Ainda confuso (a)? Seria bom um passo a passo que caminhasse com seu tema, desde o início. Pensando nisto (e neste artigo que conseguiu as primeiras páginas do google), montei um manual que traz todos os itens para você elaborar uma pesquisa com exemplos práticos. Custa R$39,90 e está disponível aqui.

As hipóteses deste pré-projeto de pesquisa de pedagogia

Hipóteses Prontas de um Pré-projeto de Monografia

Hipóteses devem ser escritas como afirmações e não perguntas!

Você deve estar se perguntando sobre as HIPÓTESES, já que são elas que iremos confirmar ou não com nossa pesquisa. Certo?

As hipóteses são afirmações que você pode fazer de acordo com o seu problema. E, não necessariamente, elas precisam estar expostas na sua introdução, pode-se deixa-las subentendidas. Porém, vale a pena expor em forma de frase o que se está testando durante a sua pesquisa.

No caso deste anteprojeto de pesquisa em pedagogia, seria:

“Os adolescentes em vulnerabilidade sociais possuem uma visão distorcida da perspectiva de futuro deles e a escola tem um papel importante para ajudá-los a construir um projeto de vida promissor”

Entende como é uma afirmação, uma suposição, e está diretamente ligado ao problema da pesquisa?

Entendendo melhor a estrutura de seu pré-projeto de pesquisa

A estrutura de seu pré-projeto de TCC

Para deixar mais claro essa ideia de problematização, objetivos e hipótese, vamos imaginar o seguinte cenário:

Você encontra uma porta fechada e tem uma chave na sua mão.

O seu problema é a porta fechada, certo?

A sua hipótese é: A porta está fechada, porque está trancada.

Seu objetivo é: Verificar se a porta está trancada com a chave.

Mas surge um outro questionamento: Será que essa chave que está na sua mão, é a chave certa?

Então surge um outro objetivo da sua pesquisa, só que desta vez é um objetivo específico.

Ahhhh! Agora tenho certeza que ficou mais claro, né?

Justificativa e referencial teórico de um pré-projeto de TCC

Apesar do capítulo de introdução precisar ter o máximo de informações, falando um pouco sobre o problema e os objetivos, também é necessário que o se fale sobre a JUSTIFICATIVA da sua pesquisa e de parte do REFERENCIAL TEÓRICO que você usará na sua pesquisa.

JUSTIFICATIVA? REFERENCIAL TEÓRICO?

Simmm!!

A justificativa nada mais é do que relatar qual é a importância do seu tema, como que ele será relevante para a sociedade!

Isso mesmo! A ciência espera que você realmente faça a sua parte e a diferença na sociedade! Procure deixar isso claro no seu projeto de pesquisa.

Seguindo, ainda o exemplo, temos como justificativa:

“Este estudo é importante pois servirá como base para criar tais intervenções e estratégias para investigar como as escolas modificam a visão dos adolescentes em situação de vulnerabilidade social, ou em grupos de minorias sociais, auxiliando na construção de um projeto de vida por parte dos adolescentes.”

Você consegue enxergar como que isso é relevante socialmente? Se quiser se aprofundar mais no assunto e ver 20 modelos prontos, leia o artigo Justificativa TCC – Guia Completo com 20 Modelos Prontos

Certamente, você que é da área de Pedagogia sabe que o projeto de vida é abordado por grandes teóricos e o Jean Piaget é um deles.

Por isso existe a necessidade de uma apresentação do referencial teórico logo na introdução, para que você explique de forma muito breve e superficial o que é e de onde vem alguns dos conceitos que serão usados.

Quer aprender mais sobre Referencial Teórico? Leia nosso Guia com exemplos de Fundamentação e Referencial Teórico

Não é necessário explicar profundamente sobre o que você está abordando, por não haver motivos de se fazer isso em um pré-projeto de monografia ou qualquer outro TCC.

Você somente precisará mostrar que é possível responder as perguntas que está propondo e que existem muitos autores que, um dia, chegaram perto do que você está propondo, mas com a sua pesquisa irá mais a frente, justificando os seus motivos.

Lembre-se: A introdução deve ser objetiva!

TUDO ISSO FICA NA INTRODUÇÃO?

A resposta é sim! Mas você pode ou não colocar em forma de subtítulos cada item apresentado acima.

Como que você saberá disso?

Bem… Depende de você. Se você achar que fazer um texto só vai ajudar, faça! Se você acha que algum item não ficou muito claro ou que está atrapalhando o seu texto por não combinar muito, separe!

Por isso não se preocupe em fazer um trabalho muito extenso.

→ Tente explicar a sua pesquisa para a sua mãe ou sua avó, e se elas entenderem o que você está propondo como pré-projeto, você está indo muito bem!

Agora que acabou a introdução, temos um capítulo super importante em um projeto de pesquisa que é o da METODOLOGIA.

A Metodologia de um pré-projeto de pesquisa, um capítulo à parte

A metodologia de um pré-projeto de pedagogia

As técnicas e procedimentos são apresentados na metodologia!

Apesar de parecer um bicho de sete cabeças, esse capítulo serve para que você de forma muito breve explique os caminhos do seu trabalho de pesquisa e como você irá responder todas as suas perguntas apresentando técnicas e procedimentos.

Aqui você fala sobre coletas de dados e sobre os participantes da pesquisa e precisa deixar claro o que você vai fazer para solucionar o problema e de quem é o problema.

A metodologia deve ser viável não somente economicamente quanto em questões de recursos de pesquisadores, técnicos e bibliográficos. Não imagine coisas absurdas para solucionar, coisas que talvez não cabe como solução.

Seguido o pré-projeto de pesquisa em pedagogia como exemplo, temos como metodologia:

“Os participantes deste estudo serão adolescentes com idades entre 13 e 18 anos, que aceitem participar da pesquisa e que estejam matriculados no ensino médio de qualquer instituição de ensino. Espera-se coletar dados de um mínimo de 1500 sujeitos, dentre os quais, espera-se coletar dados de adolescentes negros, de baixa renda, que tenham paternidade precoce, ou de pessoas da comunidade LGBT. Usando como instrumentos o questionário sociodemográfico, a escala de avaliação de projeto de vida e a escala de satisfação com a vida”.

Aqui deixamos claro o que usaremos durante a pesquisa e como que pretendemos alcançar os objetivos e resolver os problemas iniciais.

Você pode precisar usar um instrumento que caiba melhor na sua pesquisa, pode ser de outro autor ou pode ser inventado, mas jamais se esquecendo de que ele precisa responder as perguntas que você está buscando a solução.

Tenha em mente aonde você quer chegar, o que você quer fazer.

Voltando ao exemplo da porta, seu objetivo é abrir a porta, certo?

Como que você fará isso?

Como testará a chave que está na sua mão? Simplesmente vai tentar colocar na fechadura?

Então, essa é a sua metodologia! Lembre-se disso!

Você pode usar a chave da sua mão ou precisar fabricar uma chave ou, até mesmo, inventar uma nova maneira para abrir aquela porta. Pense nisso!

Leia mais sobre Metodologia neste outro artigo aqui.

Um cronograma bem estruturado no pré-projeto ajuda toda sua pesquisa!

Até aqui você já deve ter notado que existe um caminho longo, e na Universidade, prazos precisam ser cumpridos, por isso é necessário que você coloque um CRONOGRAMA no seu pré-projeto de pesquisa.

O seu avaliador ou seu orientador precisa saber se o que você está propondo poderá ser cumprido e você terá capacidades em seguir aquele cronograma.

Na hora de montar o seu, siga com as instruções da instituição. Mas não deixe de pensar na sua capacidade e nos seus compromissos fixos, como por exemplo o trabalho. Se você trabalha, você terá menos tempo de estudar e se dedicar, então vale muito mais a pena você ser realista. Isso ajudará você ficar dentro do prazo para o cumprimento de todas as etapas da produção da sua pesquisa.

Eu falei e falei aqui. Mas de nada adiantará todo esse trabalho se você esquecer de uma coisa: REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.

As referências do que você constrói no seu anteprojeto de pesquisa

Note que essa não é será a referência definitiva para a sua pesquisa. Tenha sempre em mente que ao longo sua pesquisa, você estudará muito e terá acesso a muitos outros estudiosos sobre o assunto que você está pesquisando.

Referências Bibliográficas de um anteprojeto de pesquisa

Cada referência tem um método de escrever

Uma dica muito importante é: Anote TUDO o que você ler. Copie as referências. Ainda que você não use necessariamente aquele livro, artigo ou fonte, é muito pior ter que procurar de novo o que você já leu. Você pode aprender mais profundamente a fazer isto, lendo como fazer fichamento neste artigo.

Existe um jeito certo de escrever cada referência, as mais tradicionais são os de artigos e livros, porém links, filmes e vídeos também possuem uma forma única se ser escrita com uma ordem predefinida.

Exemplo:

  1. Referência de livro:
    Camus, A. (2014). O mito de Sísifo. 11°ed. Rio de Janeiro, RJ: Record.
  2. Referência de artigo:
    Borsa, J. C., Damásio, B. F., & Bandeira, D. R. (2012). Adaptação e validação de instrumentos psicológicos entre culturas: Algumas considerações [Adaptation and validation process of psychological measures among cultures: Some considerations]. Paidéia, 22(53), 423–432. doi:10.1590/S0103-863X2012000300014

JAMAIS se esqueça de colocar as referências, falar de ideias que não são suas sem exaltar o autor é considerado PLÁGIO. E plágio é CRIME! CUIDADO! Assim como usar parte desse texto ou do pré-projeto de pesquisa ser referenciar o autor. Até mesmo usar um texto de um amigo sem que você fale que foi ele quem escreveu é plágio.

As vezes o aluno pesquisa algo na internet e não sabe se pode colocar em seu trabalho. Então, CUIDADO! Você pode colocar todo o seu trabalho, até mesmo a sua reputação dentro da academia EM RISCO por conta do plágio. Se você quer FACILITAR sua pesquisa, sem correr este risco, como professor de TCC e de banca examinadora pesquisa, fortemente recomendo a conhecer o artigo que te falei no início.

Realmente faz você escrever seu Projeto Muito Mais Rápido e com uma super qualidade! A banca examinadora de TCC adora um trabalho bem feito. Conheça Agora.

Tenho certeza que agora tudo ficou mais simples, certo? Essa é a sua chance de fazer a diferença na sociedade! A produção de conhecimento não pode parar, faça a sua parte!

UFA! Chegamos ao fim. Espero que tenha aproveitado este exemplo e que consiga adaptar ao seu tema.

Leia outros artigos em destaque: