Se você quer saber o que é uma dissertação de mestrado e pensa em dar os primeiros passos para ingressar no mestrado, aproveite todo nosso site. Durante este artigo vamos lhe apresentar estas e outras informações sobre o assunto através de nossos artigos.

Várias pessoas têm dúvidas sobre a nomenclatura correta do trabalho final do mestrado. Vamos começar a entender melhor a partir desta informação. Mas antes, veja no índice abaixo o que você vai encontrar neste artigo.

Dissertação ou tese de mestrado?

No curso de mestrado a nomenclatura correta é dissertação. No curso de doutorado a nomenclatura é tese.

A dissertação de mestrado é o Trabalho de Conclusão de Curso exigido para obtenção do título de mestre, em qualquer área do conhecimento.

Então falar em Tese de Mestrado é um erro.

Assim como na graduação se apresenta um TCC, no curso de mestrado e doutorado também é requerido. Em todos esses cursos (graduação, mestrado e doutorado) o TCC é categorizado como trabalho monográfico.

No entanto, na graduação é conhecido apenas como monografia. No mestrado possui a mesma tipologia de trabalhos monográficos, o que vai diferenciar é que se chama dissertação de mestrado e, o que é mais importante: a envergadura e profundidade que a pesquisa é realizada a partir da dissertação de um único tema.

Primeiros passos para iniciar a Dissertação de Mestrado

Saiba quais são os primeiros passos para iniciar a dissertação do Mestrado

Quando e como se inicia o trabalho de dissertação de mestrado?

Vamos voltar um pouco mais nesse processo… Quando o profissional se propõe a realizar um mestrado, antes de se preocupar com a dissertação, a primeira coisa que tem que pensar é em um projeto de pesquisa para o Mestrado.

Isso porque, em todo processo seletivo de ingresso no mestrado é necessário apresentar um projeto de pesquisa. Esse projeto será avaliado por uma banca examinadora, como uma das etapas do processo seletivo.

O Projeto de Pesquisa para o Mestrado será a base que será desenvolvida no decorrer do curso do mestrado e o início da dissertação.

Ao ingressar no programa de pós-graduação e iniciar o curso de mestrado, o acadêmico irá ter a supervisão da figura de um orientador. O orientador auxiliará e irá servir de guia para desenvolvimento de toda pesquisa a ser realizada durante o curso e também auxiliará com as disciplinas a serem cursadas e demais atividades acadêmicas.

Já no início do curso, o mestrando inicia o processo de rever o projeto com o orientador e “aparar as arestas” para que o projeto fique “redondo” e a pesquisa possa ser desenvolvida de modo satisfatório. Isso porque o tempo para fazer a dissertação é bastante apertado no mestrado.

Aprenda mais sobre o Projeto de Pesquisa para o Mestrado no artigo abaixo:

Etapas da elaboração da dissertação do Mestrado

Entenda as etapas para a elaboração da dissertação

Quais são as etapas do mestrado e de elaboração da dissertação?

Vejamos abaixo quais são as etapas que se deve percorrer no mestrado para elaboração da dissertação:

  1. Cursar as disciplinas;
  2. Revisar e concluir o projeto de pesquisa;
  3. Realizar a pesquisa e coleta de dados;
  4. Organizar e analisar os dados coletados;
  5. Escrever a dissertação;
  6. Apresentar a dissertação para qualificação;
  7. Realizar a apresentação do trabalho para a banca examinadora;

As sete etapas citadas acima devem ser realizadas e finalizadas no tempo máximo de duração do curso de mestrado. Você sabe qual o tempo de um mestrado? Leia depois no artigo abaixo:

Aí vai uma dica: ao ingressar no curso, o mestrando já deve iniciar o processo de revisão do projeto para que, concomitante à realização das disciplinas, já inicie também o processo de pesquisa e escrita da dissertação.

A separação das etapas é meramente didática, mas elas devem se dar ao mesmo tempo, certo?

O que é qualificação no curso de Mestrado?

A qualificação é uma etapa importante do desenvolvimento e apresentação da pesquisa da dissertação de mestrado perante uma banca avaliadora, geralmente composta pelo orientador e mais dois membros.

Esses dois membros, podem ser professores do próprio programa de pós-graduação, podem ser da mesma instituição de origem do programa ou serem membros externos (de outras instituições).

A etapa de apresentação da pesquisa da dissertação no momento denominado de qualificação deve se dar com, pelo menos, seis meses de antecedência da defesa, ou seja, se a defesa ocorrer no último mês do mestrado, essa etapa deve ocorrer com um ano e meio.

Dica importante: ao se preparar para apresentar a dissertação na banca de qualificação do mestrado, tente apresentar o trabalho da maneira mais completa possível.

O momento da qualificação é um momento ímpar de aprendizado e é importante apresentar a dissertação de mestrado o mais completa possível já nessa etapa. Isso porque os professores que serão escolhidos para participarem da banca examinadora, serão pessoas de autoridade na temática da pesquisa e irão contribuir significativamente para melhoria da dissertação, apontando fragilidades e acertos.

O grifo na palavra escolhidos é para mais uma dica: o mestrando em conjunto com orientador podem escolher os professores que irão participar desse momento, portanto, faça uso dessa opção e convide para a banca professores que tenham maior afinidade com a área de pesquisa e que realmente possam contribuir com a melhoria do trabalho. Geralmente, esses mesmos professores participarão da banca examinadora de defesa da dissertação ao final do curso de mestrado.

Como se estrutura uma dissertação?

Estrutura de uma dissertação de mestrado

Como se estrutura uma dissertação de mestrado? 

Tem dúvidas de como é a estrutura de uma dissertação? Então veja aqui!

Como foi mencionado no início do artigo, a dissertação de mestrado é um tipo de trabalho monográfico, ou seja, é uma monografia. Portanto, segue a mesma estrutura da monografia de graduação, com acréscimo de alguns itens obrigatórios, vejamos os itens mais relevantes que devem conter na dissertação de mestrado:

Elementos pré-textuais

  • Capa;
  • Folha de rosto;
  • Termo de autorização para depósito digital na biblioteca da universidade; 
  • Ficha catalográfica de identificação do trabalho; 
  • Folha de aprovação da banca examinadora contendo todas assinaturas; 
  • Agradecimentos;
  • Listas;
  • Resumo;
  • Abstract;
  • Sumário;

Elementos textuais

  • Introdução;
  • Desenvolvimento (geralmente três capítulos ou mais)
  • Conclusão ou Considerações

Elementos pós-textuais

  • Referências;
  • Anexos
  • Apêndices

Os itens destacados sublinhados, referentes aos elementos pré-textuais, são os que mais diferenciam a estrutura de uma dissertação de mestrado para os elementos contidos em uma monografia de graduação.

A ordem estrutural e normativa segue os padrões da ABNT, mas sempre deve-se ter atenção com esse aspecto, pois a estrutura e os elementos podem variar de programa para programa de pós-graduação. A dica é sempre procurar a normatização do próprio curso de mestrado da instituição em que está cursando.

Gostou do artigo? Então confira os demais sobre essa temática aqui no site!