Nesse artigo você vai encontrar tudo o que precisa sobre as normas ABNT para elaborar um projeto de pesquisa, seja ele para graduação ou pós-graduação (Especialização, Mestrado ou Doutorado). Trazemos também exemplos e modelos prontos de um manual de projeto de pesquisa para você acompanhar.

Para elaboração de qualquer trabalho que tenha natureza científica, seja um projeto de pesquisa, um TCC, um artigo científico (para publicação em periódicos ou finalizações de disciplinas acadêmicas), é indispensável que sejam aplicadas as normatizações da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

Importante ressaltar que, cada tipo de trabalho acadêmico corresponde a uma normatização específica.  

Por vezes, a questão da normatização se torna uma barreira difícil para elaboração de trabalhos científicos, principalmente, pelo mal ou não entendimento da própria norma em seu formato e leitura.

Mas chega de confusão! Conheça neste artigo especial do AlunoExpert todas as normas da ABNT para escrever o seu Projeto de Pesquisa, acabe com as dúvidas e veja como você mesmo pode e é capaz de estruturar seu Projeto de Pesquisa de modo prático e simples! 

Veja o que você vai encontrar neste artigo:

 

Normas ABNT para Projeto de Pesquisa

Conhecendo as Normas ABNT para elaborar seu Projeto de Pesquisa


O que é ABNT
?

ABNT: Associação Brasileira de Normas Técnicas. A ABNT é um Fórum Nacional de Normalização, se constitui como uma instituição privada, sem fins lucrativos, criada em 1940. O Objetivo de sua criação foi de constituir, permanentemente, uma homogeneidade na normalização de trabalhos técnicos no país. Desde então se tornou responsável pela elaboração de várias NBR’s que normatizam a elaboração e a estrutura dos trabalhos técnicos, como o Projeto de Pesquisa.

Qual a norma que regulamenta a elaboração de projetos de pesquisa científicos? 

A NBR 15287:11 é a norma específica sobre projeto de pesquisa. Nela você encontra todos os elementos que devem conter em um projeto de pesquisa, quais elementos são obrigatórios, quais são opcionais, além de instruir o que deve conter em cada um deles. 

→ Importante: a ABNT é uma instituição privada, portanto, não é obrigatório que todos os trabalhos acadêmicos estejam em conformidade com suas normas. Isso quer dizer que, pode haver variações da aplicação das normas de acordo com a opção de cada instituição. Procure saber se seu curso ou estabelecimento de ensino possui adaptações ou adequações dessas normas, o que é muito comum em cursos de graduação e, principalmente, em programas de pós-graduação para Mestrado ou Especialização (pós-graduação).


Fazendo a leitura da NBR 15287  

A norma inicia com um sumário e um prefácio. Ambos são elementos pré-textuais explicativos da própria NBR 15287. Pela visualização do sumário, identifica-se a própria estrutura de elementos que devem conter na elaboração de um projeto de pesquisa. 

 

O primeiro elemento da norma é identificado como “1 Objetivo”. Nesse item, é explicitado qual o objetivo da NBR 15287, qual propósito. 

O segundo elemento consiste em demonstrar quais são as “referências normativas” que serviram de base para elaboração dessa norma. 

O item 3, “Definições”, contem as definições de vários termos que serão utilizados na norma para elaboração do projeto de pesquisa, tais como: Abreviaturas, anexo, apêndice, dentre outros. 

Aqui no AlunoExpert, você vai encontrar também:
Modelos de TCC Prontos e Gratis em várias áreas
➡ Onde adquirir um esboço de sua pesquisa EXATAMENTE como seu tema?
➡ Onde Pesquisar autores para escrever seu referencial teórico
Comprar TCC com Segurança. Quanto Custa um TCC Pronto?
10 Temas Relevantes para TCC de Pedagogia com exemplos

Item 4 da NBR 15287 – estrutura do projeto de pesquisa

Mas, é apenas no item 4 que adentra-se de fato na estrutura do projeto de pesquisa, ou seja, é partir desse elemento que deve-se ter atenção para a explicação normativa de como elaborar o projeto de pesquisa. 

Tenha sempre em mente: o projeto de pesquisa é apenas um planejamento de como será desenvolvida a pesquisa (TCC, Monografia, etc). É empírico e operacional, ofertando uma direção para realização da pesquisa em si. 

 

A norma da ABNT preconiza para elaboração do projeto de pesquisa a estruturação em três partes 

  1. Elementos pré-textuais; 
  2. Elementos textuais;
  3. Elementos pós-textuais.
Elementos pré-textuais da Norma NBR 15287 para projeto de pesquisa

Elementos pré-textuais da Norma NBR 15287 para projeto de pesquisa

Conheça aqui todos elementos pré-textuais contidos na Norma NBR 15287 para preparar o projeto de pesquisa  

Os elementos pré-textuais são aqueles que antecedem o texto em si. Contém várias informações que identificam o trabalho e, na norma ABNT para elaboração de projetos de pesquisa estão descritos nos itens 4.1.1 a 4.1.8. 

 

4.1.1 Capa

Capa: a capa é um elemento opcional. Deve conter as seguintes informações, nessa ordem: 

  • Nome da entidade a qual o projeto será submetido; 
  • Nome do autor(a) 
  • Título; 
  • Subtítulo (quando houver subtítulo, este deve ser subordinado ao título com a utilização de dois pontos (:), ou distinguido tipograficamente (negrito ou itálico). 
  • Local em que o projeto será apresentado (cidade da entidade onde o projeto será entregue); 
  • Ano de depósito (entrega). 

Atenção: a capa não deve ser enumerada e não deve ser contabilizada para enumeração de páginas do projeto. A contagem tem início na folha de rosto, que também não deve ser enumerada. A enumeração tem início apenas na parte textual do projeto. 

 

4.1.2 Lombada

Lombada: é um elemento opcional e deve ser elaborada de acordo com a NBR 12225. 

4.1.3 Folha de rosto

Folha de rosto: a folha de rosto é elemento obrigatório na norma para elaboração do seu projeto. Deve conter os seguintes elementos, na respectiva ordem: 

  • a) Nome(s) do(s) autor(es); 
  • b) Título; 
  • c) Subtítulo (quando houver subtítulo, este deve ser subordinado ao título com a utilização de dois pontos (:), ou distinguido tipograficamente (negrito ou itálico). 
  • d) Tipo de projeto de pesquisa e nome da entidade a qual será submetido; 
  • e) Local em que o projeto será apresentado (cidade da entidade onde o projeto será entregue); 
  • f) Ano de depósito (entrega). 

 

Folha de rosto dentro das Normas ABNT

Exemplo de Folha de Rosto de um Projeto de Pesquisa segundo das Normas ABNT

 

Pode ser exigido pela entidade a apresentação dos dados curriculares dos autores, no entanto, tais informações serão apresentadas em folha distinta, na sequencia posterior a folha de rosto. Podem ser utilizadas uma ou mais folhas, a depender da quantidade de autores e dados. 

Os elementos da capa e da contra capa geralmente são centralizados. Na contra capa deve-se elaborar um texto informando o tipo de projeto de pesquisa e nome da entidade a ser submetido (itens “d” e “e”). Esse texto deve ser digitado com fonte 10, espacejamento simples entrelinhas e, deve ser recuado em 8 cm, do meio para a direita da página, com texto justificado. 

 

4.1.4 Lista de Ilustrações

Esse item contém as informações sobre a elaboração da lista de ilustrações Essa lista de ilustrações é um elemento opcional, pode ou não fazer parte do projeto. No entanto, recomenda-se que, quando existem mais de três ilustrações realizar essa listagem. Deve ser elaborada de acordo com a ordem em que aparecem no texto, com seus respectivos títulos e número de páginas, para cada tipo de ilustração (desenhos, esquemas, fluxogramas, fotografias, gráficos, mapas, organogramas, plantas, quadros, retratos e outros)  recomenda-se uma lista. 

 

4.1.5 Lista de tabelas

Lista de tabelas: deve ser elaborada de acordo com a ordem em que aparecem no texto, com seus respectivos nomes e número de páginas. 

 

4.1.6 Lista de abreviaturas e siglas

Lista de abreviaturas e siglas: essa lista também é elemento opcional, mas é recomendável ser elaborada quando o projeto de pesquisa apresenta muitas siglas e abreviaturas. Essa lista deve apresentar, em ordem alfabética, todas as abreviaturas e siglas utilizadas no texto, deve conter a sigla seguida da expressão ou palavra correspondente, grafada por extenso. 

 

4.1.7 Lista de símbolos

Lista de símbolos: é um elemento opcional do projeto de pesquisa, mas, se for elaborada, deve apresentar os símbolos de acordo com a ordem que aparecem no texto, seguidos de seus significados. 

 

4.1.8 Sumário

Sumário: elemento obrigatório do projeto. Deve ser elaborado de acordo com a NBR 6027, pois contém várias especificidades normativas próprias. Quanto a isto, normalmente, você pode usar o manual de sua instituição ou mesmo seguir o modelo abaixo.

 

Modelo de Sumário segundo as Normas ABNT para Projeto de Pesquisa

 

Os elementos posteriores ao sumário que aparecem nessa norma da ABNT são denominados elementos textuais. Até aqui, nota-se que, os elementos pré-textuais que são obrigatórios nessa norma técnica da ABNT para elaboração de projetos de pesquisa são apenas a folha de rosto e o sumário.

→Todos os outros elementos pré-textuais citados na NBR são opcionais para montar seu Projeto de Pesquisa. Consulte no próximo tópico quais são os elementos textuais contidos na norma da ABNT para elaboração do projeto de pesquisa. 

Aqui no AlunoExpert, você vai encontrar também:
PASSO A PASSO para fazer TODA sua pesquisa – TCC SEM DRAMA
➡ Encontre aqui Tipos e Exemplos de Metodologia de Pesquisa para TCC
➡ Quantas páginas tem um TCC, Monografia ou Artigo Científico?
Modelos de Pré-Projeto de TCC em PDF e Word
Projetos de Pesquisa em Educação: exemplos comentados

 

Conheça os elementos textuais para elaboração do projeto de pesquisa contidos nessa norma da ABNT 

Os elementos textuais estão dispostos na NBR 15287 no item 4.2. De acordo com essa norma da ABNT, os elementos textuais do projeto de pesquisa devem possuir os seguintes itens: 

  • Tema do projeto;
  • Problema a ser abordado (pergunta que deu origem à investigação); 
  • Hipóteses (se houver); 
  • Objetivos (Geral e específicos) a serem atingidos; 
  • Justificativa (motivos que justifiquem a realização da pesquisa); 
  • Referencial teórico (que dará sustentação à pesquisa); 
  • Metodologia a ser utilizada; 
  • Recursos; 
  • Cronograma. 

Esses elementos podem ser separados por tópicos no decorrer do texto, ou podem ser apresentados seguindo uma numeração. Geralmente são alinhados à esquerda, não há separação (com traços, pontos) da numeração com os títulos 

Exemplo: 

1 Introdução

→ não há nenhum caractere, além do espaço, que separa a numeração do título do tópico.

 

Concluída a parte da norma técnica da NBR 15287, que demonstra como devem ser elaborados os elementos textuais do projeto de pesquisa, é demonstrado na norma técnica quais são os elementos pós-textuais, quais são opcionais, obrigatórios e como devem ser elaborados. 

 

Veja aqui quais são os elementos pós-textuais explicitados na norma técnica para elaboração de projeto de pesquisa 

Os elementos pós-textuais estão dispostos na norma para elaboração de projetos de pesquisa do item 4.3.1 até o item 4.3.5. 

4.3.1 Referências

Referências: as referências são elaboradas conforme NBR 6023. Consiste em apresentar por ordem alfabética, todas as fontes (livros, artigos, jornais e demais fontes) que foram utilizadas de modo direto (literal) e indireto na parte textual do projeto de pesquisa, ou seja, todas as referências que foram citadas e aludidas na criação do texto. (Para entender melhor o que é uma citação, as diferenças entre os tipos de citações, verifique a NBR própria para esse assunto). 

→ Um erro comum é a utilização do termo Referências Bibliográficas, pois as fontes utilizadas vão além de livros e obras, podem ser citados no texto várias fontes que não necessariamente são bibliográficas, portanto, somente deve aparecer o termo Referências. 

Exemplo de Referências de um Projeto de Pesquisa seguindo as Normas ABNT

Exemplo de Referências de um Projeto de Pesquisa seguindo as Normas ABNT

4.3.2 Glossário

Glossário: elemento opcional do projeto de pesquisa, deve apresentado em ordem alfabética. 

4.3.3 Apêndice:

Apêndice: elemento opcional. Deve ser apresentado por letras maiúsculas de forma consecutiva, se houver mais de um. Deve conter a letra seguida de um travessão e seu respectivo título. 

 

Exemplo:  

APÊNDICE A – A evasão de alunos nos cursos de licenciatura na UFG 

APÊNDICE B – A evasão de alunos nos cursos de engenharia da USP 

 

Caso os apêndices ultrapassem as letras do alfabeto, dobram-se as letras para continuar. 

 

4.3.4 Anexos

Anexos: os anexos também são elementos opcionais, identificados com letras maiúsculas consecutivas, seguido de travessão e respectivos títulos e, assim como nos apêndices, as letras devem ser dobradas caso a quantidade supere as letras do alfabeto. 

 

Exemplo: 

ANEXO A – Plano Nacional de Reforma Agrária no Brasil 

ANEXO B – Constituição Federal 

 

Existe muita confusão no que diz respeito a estes dois itens, no entanto, a diferença crucial entre apêndice e anexo é que, o apêndice são documentos elaborados pelo autor(a) no processo de investigação. Já os anexos são documentos ou textos que não foram elaborados pelo autor(a). 

 

4.3.5 Índice

Índice: Elemento opcional. Elaborado conforme a ABNT NBR 6034. 

Note que, como o projeto de pesquisa é um documento de planejamento e direcionamento da pesquisa a ser desenvolvida, não contem análise de dados nem mesmo considerações ou conclusão.  

No decorrer desse artigo, algumas informações sobre a apresentação dos elementos pré-textuais, textuais e pós-textuais dessa norma técnica para elaboração de projetos foram explicitadas. No entanto, a própria norma aborda a partir do item 5, as regras gerais de apresentação dos projetos de pesquisa.

Após conhecer cada elemento que a norma traz para construção do projeto, é necessário e indispensável o conhecimento dos itens 5.1 à 5.10. 

 

Norma técnica para apresentação e formatação do projeto

Como é a formatação segundo a ABNT?


Entenda as regras para apresentação e formatação do projeto de pesquisa de acordo com a norma técnica 

Abordaremos agora uma parte importante que se refere a como é apresentado seu Projeto de Pesquisa (formatação, papel, etc).

5.1 Formato

Formato: a norma deixa claro que, os textos devem ser apresentados em papel branco, formato A4 (21 cm x 29,7 cm), digitados ou datilografados no anverso das folhas. As fontes dos textos devem ser impressas em cor preta e, somente são aceitas outras cores para impressão no caso das ilustrações.  

Para digitação é recomendável fonte tamanho 12 para todo texto do projeto de pesquisa. Mas há exceções! As citações acima de três linhas, notas de rodapé, paginação e legendas das ilustrações e das tabelas, devem ser em tamanho menor e uniforme. Ou seja, se você utilizou fonte 12, pode ser tamanho 11, 10, 9. Importante nesse caso é que, se você escolher a fonte de tamanho 8, toda a escrita desses itens que compõe as exceções devem ser padronizadas no tamanho escolhido. 

As citações com mais de três linhas devem ser recuadas em 4cm da margem esquerda. 

5.2 Margem

Margem: esse item da NBR trata que, as folhas devem ter as margens esquerda e superior de 3 cm e, as margens direita e inferior, de 2 cm.  

 

5.3 Espacejamento

Espacejamento: o espacejamento de todo texto deve ser de 1,5 entrelinhas. Mas, também possui exceções, que devem ter espaço simples: as citações de mais de três linhas, notas de rodapé, referências, legendas das ilustrações e das tabelas, tipo de projeto de pesquisa e nome da entidade. 

E uma atenção especial deve ser dada às referências contidas no final do projeto de pesquisa, pois, devem ser separadas entre si por dois espaços simples.  

Entre os textos que precede e antecede os títulos das subseções devem ter dois espaços 1,5 (dois “enter”) 

Na folha de rosto, o texto em que se escreve o tipo de projeto de pesquisa e o nome da entidade a que é submetido devem ser alinhados do meio da página para a margem direita.  

 

5.3.1 Notas de rodapé

Notas de rodapé: todas as notas de rodapé devem ser digitadas dentro das margens, devendo estarem separadas do texto por um espaço simples e por filete de 3 cm, a partir da margem esquerda.  

 

5.3.2 Indicativos de seção

Indicativos de seção: esse indicativo é alinhado na margem esquerda, precedido do título e separado por um espaço.  

 

5.3.3 Títulos sem indicativo numérico

Títulos sem indicativo numérico: estes itens são aqueles que deverão ser centralizados e que não devem ser numerados, tais como: lista de ilustrações, lista de abreviaturas e siglas, lista de símbolos, sumário, referências, glossário, apêndice(s), anexo(s) e índice(s).  

5.4 Numeração progressiva 

Numeração progressiva: a numeração progressiva deve ser realizada no projeto de pesquisa para diferenciar e organizar as seções texto. Aqui é importante destacar que nunca se iniciam os títulos das seções primárias (como o título do primeiro capítulo, do segundo capítulo, ou da introdução, dos objetivos, etc) na mesma folha em que se conclui item anterior. Sempre que for iniciar uma seção primária, deve ser em outra página posterior. (Para consultar como os títulos devem ser destacados no projeto de pesquisa, consultar a ABNT NBR 6024). 

 

5.5 Paginação

Paginação: a contagem das folhas do projeto de pesquisa tem início a partir da folha de rosto, no entanto, não devem ser numeradas. A numeração apenas será colocada a partir da primeira folha na parte textual do projeto de pesquisa. A numeração deve ser apresentada, em algarismos arábicos, no canto superior direito da folha, a 2 cm da borda superior, ficando o último algarismo a 2 cm da borda direita da folha.  

Caso o projeto de pesquisa contenha apêndices ou anexos, estes dever ser numerados progressivamente na sequência de paginação do texto principal. 

 

5.6 Citações

Citações: as citações devem ser apresentadas conforme a ABNT NBR 10520 Também uma grande dor de cabeça na hora de escrever seu Projeto. Mas você pode – além de ver o manual de sua instituição – seguir o que diz o manual abaixo.

 

Norma ABNT para citações em Projetos de Pesquisa

Norma ABNT para citações em Projetos de Pesquisa

5.8 Equações e fórmulas

Equações e fórmulas: devem figurar no projeto de pesquisa de modo destacado, se necessário, devem ser numeradas com algarismos arábicos entre parênteses, alinhados à direita.  

5.9 Ilustrações

Ilustrações: todas ilustrações, sejam desenhos, esquemas, fluxogramas, fotografias, gráficos, mapas, organogramas, plantas, quadros, retratos e outras, devem ter sua identificação (título) na parte inferior, precedida da palavra designativa (Figura, ou mapa ou planta), seguida de seu número de ordem de ocorrência no texto (Figura 1, Figura 2, Figura 3 e assim sucessivamente). A numeração deve ser em algarismos arábicos. Deve conter também uma breve legenda explicativa que dispense o leitor de ter que buscar informação explicativa no texto. 

 

5.10 Tabelas

Tabelas: As tabelas devem ser apresentadas conforme o IBGE. 

Espera-se que, a leitura desse artigo auxilie a esclarecer o entendimento sobre essa norma técnica específica para elaboração de projetos de pesquisa! Abaixo, deixamos dois manuais de Projeto de Pesquisa para você. Bons estudos! 

Leia também______

PASSO A PASSO para fazer TODA sua pesquisa
➡ O que é TCC?
➡ Como escolher um Tema para TCC?
Como Delimitar um Tema?
O que é Problema de Pesquisa?

Manual Projeto de Pesquisa ABNT Universidade Estácio de Sá

Manual Projeto de Pesquisa ABNT Unopar