Se você veio até este conteúdo é porque deve estar com muitas dúvidas sobre marco teórico, não é mesmo? Então vamos explicar bem o que é Marco Teórico, além de trazer exemplos para você ter uma base para desenvolver sua pesquisa.

Independente se é uma pesquisa de graduação ou pós-graduação, os marcos teóricos são as bases que fundamentam e revelam o valor do estudo realizado.

Portanto, se você está desenvolvendo essa parte da pesquisa, mas não sabe muito bem se está indo no caminho certo, você não pode perder o nosso conteúdo de hoje, pois iremos lhe apresentar tudo o que você precisa saber sobre marco teórico.

Aproveite e faça uma boa leitura!

Conceito e significado de Marco Teórico

Entenda o que é um Marco Teórico para pesquisa acadêmica

O que é Marco Teórico?

Antes de tudo, é importante que você entenda bem o que é um Marco Teórico, seu conceito e significado:

O marco teórico é um apanhado de antecedentes, pesquisas prévias e considerações teóricas, nas quais se sustenta um projeto de pesquisa, análise, hipótese ou experimento. E tem mais…

O marco teórico, também pode ser chamado marco de referência, e é o suporte teórico, contextual ou legal dos conceitos que foram utilizados no planejamento do problema de pesquisa.

Com esta recopilação de informações, também há um intento por parte do autor do trabalho, no sentido de querer demonstrar qual é o aporte de novidades que o projeto de pesquisa trabalha dentro de sua respectiva área de atuação.

Além disso, o marco teórico também se caracteriza por definir a disciplina na qual pertence o objeto de estudo escolhido, os conceitos relevantes e o fenômeno com o qual se deseja aprofundar com o estudo.

A importância do Marco Teórico está em permitir que possamos, nesse tipo de apartado da nossa pesquisa, demonstrar, apoiar e interpretar as hipóteses e os resultados de uma pesquisa de forma ordenada e coerente.

Além disso, o marco teórico nos ajuda a formular, de uma forma confiável as conclusões de um projeto, ou reorganizar outras questões de pesquisa, com melhor aprofundamento teórico.

Como é montado um Marco Teórico?

Saiba quanto tempo dura cada tipo de mestrado

A Estrutura do Marco Teórico

As partes que constituem um marco teórico podem variar dependendo do tipo de pesquisa, mas, em termos gerais, deveria ser estruturada partir das seguintes seções básicas:

Antecedentes do Marco Teórico

Nesta parte do seu estudo, você menciona o problema de pesquisa e todos os estudos prévios que já foram feitos a respeito do tema, e em que medida você pode ampliar uma área, ou um conceito com o seu estudo.

Desta forma, o leitor consegue compreender melhor as abordagens anteriores sobre o tema trabalhado e estabelecer um guia, com respeito à informação e procedimentos disponíveis para finalização de uma pesquisa.

Com isso, podemos inferir que, os antecedentes incluem a informação adicional que permite compreender melhor o problema no presente, como, por exemplo: contexto geográfico, cultural, econômico, demográfico, histórico, político, social, entre outros, que sejam pertinentes aos fins da pesquisa.

Como antecedente denominamos aquilo que antecede, que procede ou que é anterior a uma coisa. Um antecedente pode referir-se a uma ação, feito ou circunstância que permite compreender ou valorar fatos posteriores.

Por exemplo: “O antecedente mais próximo de uma guerra civil no continente foi há mais de 100 anos.”

Bases Teóricas do Marco Teórico

Como seu próprio nome faz menção, se refere a todo tipo de teoria que sustenta o tema, ou o problema de pesquisa organizado pelo autor do estudo.

→ Aprenda mais com o artigo sobre Citação Data/Autor

Caso se trate de um assunto do qual não existem teorias prévias, então esta parte irá expor uma teoria própria e que trará novidades para a área de atuação do autor. Geralmente as pesquisas de doutorado tem essa pegada por abordar questões “originais”.

Nas bases teóricas também se descrevem conceitos chave sobre o problema a se pesquisar, de modo que seja possível elucidar melhor o assunto tratado.

Bases Legais de um Marco Teórico

Em alguns casos, é necessário esclarecer todos os parâmetros legais sobre os quais vamos realizar uma pesquisa. Isso deve ser descrito em bases legais que, por sua vez, devem estar dentro do marco teórico.

Do mesmo modo, nas bases legais devem ser explicados todos os antecedentes desta índole que existem sobre o tema a ser pesquisado.

Variáveis de um Marco Teórico

No marco teórico se devem expressar todas as variáveis do problema em termos de fatores medíveis.

Desta maneira, se evitam confusões ou interpretações erradas com conceitos que poderiam ser ambíguos.

Como desenvolver o Marco Teórico em uma pesquisa?

Exemplo passo a passo para fazer um bom marco teórico

Como fazer um bom Marco Teórico?

Primeiramente, precisamos destacar que, não existe uma fórmula única para fazer um marco teórico. No entanto, existem algumas pautas que poderíamos levar em consideração no momento de elaborarmos o Marco Teórico do nosso estudo:

  1. Revisar a bibliografia: a bibliografia deve ser revisada de forma prévia e de modo exaustivo para poder selecionar somente aquilo que seja de interesse da sua pesquisa.
  2. Identificar as bases legais: as bases legais (se são aplicáveis ao seu estudo) devem estar organizadas de forma cronológica, mencionando primeiro as mais antigas, até chegar às bases apresentadas mais recentemente.
  3. Organizar os conceitos: os conceitos devem estar organizados hierarquicamente de maneira lógica. Trata-se de um aspecto que dará mais formalidade à sua pesquisa e, além disso, fará com que sua compreensão seja muito mais fácil.
  4. Evitar informação “enche linguiça”: muitas pessoas cometem o erro de quererem dar mais “corpo” em seus marcos teóricos, e trazem aportes desnecessários em seus estudos. Desse modo, a dica que damos é que você busque concentrar-se exclusivamente em dados que contribuam para gerar conhecimento e que estejam diretamente relacionados com o seu estudo.
  5. Redigir o marco teórico de modo claro: a redação do seu marco teórico deve ser feita de modo claro, conciso, concreto. Os conceitos e métodos descritos não podem deixar margem para dúvidas ou interpretações equivocadas.
  6. Diferenciar as partes: um marco teórico não se divide em capítulos. Em vez disso, cada uma das partes que o compõe (antecedentes, bases teóricas e legais, variáveis), devem estar separadas em um título específico.
Exemplo pronto de Marco Teórico

Aproveite nosso modelo exemplo de marco teórico para desenvolver em sua pesquisa

Exemplos de Marco Teórico

Ter um exemplo de marco teórico é sempre bom para auxiliar a elaboração de sua pesquisa, certo? Então trazemos um modelo que ajudará em sua pesquisa.

Aproveite nosso exemplo!

Um marco teórico que tenha como tema “Sensibilizar os estudantes da primeira etapa da idade escolar sobre quais são os valores sociais e sua importância para reduzir o Bullying”, poderia estar estruturado da seguinte forma e abordar os seguintes temas:

  • Antecedentes: consultar informação prévia sobre os valores sociais, o bullying e a aplicação de estratégias similares para a redução do bullying na escola.
  • Bases teóricas: a partir da informação recolhida, podemos estabelecer:
  1. O conceito e a delimitação da pesquisa, por exemplo, crianças entre 7 e 12 anos de idade, em três escolas de São Paulo, Brasil.
  2. Quais são os valores sociais mais importantes a serem trabalhados e estimulados no contexto escolar?
  3. Qual é a postura dos especialistas neste tema? O que dizem as teorias da área?
  4. Qual é a teoria e metodologia mais apropriada para o desenvolvimento da sua pesquisa?
  • Conceitos chave: valores, axiologia, valores sociais, bullying, educação, respeito, tolerância, entre outros aspectos.

Outro exemplo de marco teórico que podemos lhe passar, agora dentro da área de ciências sociais, é o seguinte:

  • Tema: geração e aproveitamento do biogás para reduzir o consumo de combustíveis fósseis nas cidades com grande atividade agropecuária de São Paulo, com vistas à promoção do desenvolvimento sustentável.
  • Antecedentes: consultar pesquisas prévias sobre a geração e aproveitamento do biogás, a atividade agropecuária, o que se entende por desenvolvimento sustentável, o que tem a ver o biogás com este tema, entre outros.
  • Bases teóricas: o pesquisador deverá definir:
  1. O contexto social e energético das cidades que tem grande atividade agropecuária, como se gera biogás, como se utiliza e sua efetividade para reduzir o uso de combustíveis fósseis.
  2. Quais e quantos experimentos são necessários realizar para medir a efetividade do uso de biogás?
  3. Determinar os autores, estudos e pesquisas chave sobre os quais se apoiará o tema de pesquisa.
  4. Qual é a teoria e metodologia mais apropriada para o desenvolvimento da pesquisa?
  • Conceitos chave: energia alternativa, desenvolvimento sustentável, entre outros.

O que achou de nosso conteúdo? Deixe sua contribuição compartilhando nosso artigo de hoje.

Aproveite e aprenda ainda mais em nosso site.